capalais

[Mania de Listas] As melhores leituras da Laís

Por: Laís Pragana Desde 2013 venho aqui refletir sobre as melhores leituras de cada um destes anos. É bacana documentá-las assim, percebê-las ainda e sempre vivas e também perceber-me nelas. São estes, então, os livros escolhidos para representar este meu ano de 2017, tão importante e definitivo! Obs.: a ordem a seguir é aleatória. O…

capaalex

[Mania de Listas] As melhores leituras do Alex

Por: Alex Caíres* Eu adoro fazer listas. Tornei-me escravo deste hábito visceral em 2011 enquanto trabalhava na extinta 2001 Vídeo (alguém lembra que o “cinema estava lá”?) hehe trocadilhos, à parte com o slogan da 2001, foi lá no número 726 queajudando cinéfilos perdidos e procurando referências no IMDB, que fui sugado pela loucura insana de fazer listas!…

9tarrafa

Tarrafa Literária 2017

A Tarrafa Literária, festival idealizado pelo livreiro e editor José Luis Tahan (dono da Livraria Realejo, de Santos) chega a sua 9ª edição com nomes fortes da literatura, do jornalismo e também dos quadrinhos. O evento começa no dia 27 de setembro e segue até o dia 1º de outubro com atividades no Sesc Santos,…

Capa Uma vida pequena V3 DS

[Trecho da semana] Uma Vida Pequena

Nos últimos tempos, vinha pensando se a codependência seria assim algo tão ruim. Sentia prazer em estar na presença dos amigos e aquilo não fazia mal a ninguém, então quem se importava se ele era codependente ou não? E, de qualquer forma, como uma amizade poderia ser mais codependente que um relacionamento a dois? Porque…

estante

[Coluna do Menezes] O prazer de colecionar

Houve tempos em que coleção era coisa dos extremos da vida: ou matéria de crianças com seus bonés, álbuns de figurinhas e bolinhas de gude; ou distração de aposentados atrás de relíquias como moedas antigas e, ápice dos ápices, selos, muitos selos. Mas isso foi há tempos longínquos. O hábito colecionista agora já é outro: atinge todas…

mura

Do que falo quando falo sobre Murakami

Por: Fernanda Rossin Murakami conta a seguinte história sobre o início da sua carreira como escritor: ele estava um dia assistindo ao primeiro jogo de uma liga de beisebol quando pensou “Acho que eu poderia escrever um romance”. Conciliando esse novo objetivo com a administração do bar que tinha em Tóquio, começou a escrever durante…

livros

[Trecho da semana] Um amor incômodo

Aqui n’O Espanador sempre discutimos se grifar livros é um ato de barbárie ou uma forma de tornar a leitura ainda mais particular. Alguns marcam o livro com marcador de texto, outros com post-its coloridos, alguns se arriscam e fazem comentários a lápis e outros chegam ao extremo de escrever a caneta (existem até uns…