exh_plath

A redoma de vidro

Por: Michelle Henriques* I was supposed to be having the time of my life.” Em 1963, foi publicado o livro A Redoma de Vidro, único romance de Sylvia Plath. Nele, Plath nos conta sobre a jovem Esther Greenwood, que está fazendo um estágio em uma revista de Nova York. Aos poucos, acompanhamos o declínio de…

ursula

A mão esquerda da escuridão

Por: Juliana Leuenroth e Michelle Henriques* Previsões são feitas por profetas (de graça); por videntes (que geralmente cobram um honorário e, portanto, são mais respeitados em sua época do que os profetas); e por futurólogos (assalariados). Previsões são trabalho de profetas, videntes e futurólogos. Não são o trabalho de romancistas.O trabalho do romancista é mentir.”…

muralha

A Mulher Que Chora

Por: Paula Queiroz Eu possuo uma mania muito comum entre os frequentadores de bibliotecas que consiste em olhar para as capas dos livros sugeridos e julgá-los, como em uma feira livre de sábado, se são merecedores do meu espaço mental tão caótico, ou se ignoro pra dedicar meu tempo aos livros da minha estante. Pois bem.…

carrere1

O Reino

Por: Ana Claudia No começo dos anos 1990, o autor francês Emmanuel Carrère enfrentou uma profunda crise pessoal e profissional e se converteu ao catolicismo por influência de sua madrinha. Passa a ir todo dia à missa e a escrever anotações em cadernos sobre a Bíblia, principalmente sobre o evangelho de Paulo. Vinte anos depois,…

butchers

Butcher’s Crossing

De tempos em tempos “aparece” um autor como John Williams. Se bem que no caso dele está muito mais para “redescoberta”. No meio da década de 2000, mais especificamente em 2006, o autor irlandês Colum McCann em sua lista de 10 melhores livros do ano colocou um desconhecido autor no topo de sua lista: o…

[Especial de férias] Amanda

Férias… a desculpa perfeita para fazer mais do que já fazemos muito: ler. Para isso eu tenho algumas sugestões de leitura para esses dias: Mortais – Nós a Medicina e o que importa no final Atul Gawande Ed. Objetiva 264pp Não se deixe abalar por esse título estar classificado como “auto ajuda” numa livraria famosa.…

Eu, Robô

O bom doutor, como Isaac Asimov era conhecido, é um dos meus autores preferidos. Já falei de outros livros dele no blog e, por conta disso, talvez eu me repita um pouco ao falar sobre Eu, Robô, publicado originalmente no final da década de 50 nos EUA e com nova edição aqui no Brasil pela Aleph…

Diário de Inverno – Paul Auster

“Há trinta e dois anos, ou seja, quase exatamente na metade da sua vida, veio a notícia de que seu pai tinha morrido na véspera, numa outra noite de janeiro cheia de neve, tal como esta, vento frio, tempestade, tudo igual, o tempo passando e no entanto não passando, tudo diferente e no entanto tudo…