4 livros para morrer de tristeza

Tenho um amigo que me fala há anos que bons livros não podem (e não são) felizes. Sempre discordei dele, mas por mais que eu me esforçasse, nunca consegui encontrar um ótimo livro (desses que se levam a sério), que eu gostasse muito e que fosse feliz. Provavelmente esses livros existem e estão por aí. Mas enquanto não encontro, vou indicar 4 livros para vocês se acabarem de tristeza.

Não sei vocês, mas eu gosto muito de um livro triste e/ou sofrido.

Como sugestão vocês podem colocar aquela música fossa como fundo e vamos a lista!

Capa Uma vida pequena V3 DS1- Uma vida pequena – Hanya Yanagihara

Quatro amigos que se mudam da pequena faculdade de Massachusetts e vão pra Nova York com a esperança de uma vida melhor. Aos poucos vamos conhecendo mais sobre Willem, aspirante a ator e que encanta a todos; JB é pintor e pode ser meio cruel e invariavelmente consegue que todos façam a sua vontade; Malcolm é arquiteto e está frustrado; e o brilhante, sofrido, atormentado Jude. Ele é quem parece conectar todo o grupo.

Se preparem que vem muita tristeza, misturados com momentos que tudo vai ficar bem e depois piora ainda mais (muito parecido com a vida, não é mesmo?)

Dessa lista foi o único que não terminei. E apesar de ser um livro de 700 páginas, eu parei lá pela página 200 porque em meio a tanta tristeza aconteceu algo tão legal que eu quis parar momentaneamente e guardar aquilo comigo. E também porque eu queria que a Juliana lesse o livro e resolvi esperar ela.

Chuva antes

2 – A Chuva antes de cair – Jonathan Coe

Talvez o mais desconhecido desses, mas um livro envolvente e belíssimo.

Rosamund mora sozinha e aos 73 anos sente que sua vida está chegando ao fim e pensa em Imogen, neta de um prima que perdeu a visão ainda criança. Então, ela resolve descrever em fitas cassetes, 20 fotografias que juntas contam o passado trágico de sua família.

A ideia das fotos que contam histórias que não se resumem aquele segundo roubado e congelado é brilhante.

E bem, já sabemos que histórias de família podem ser muito tristes.

Já falei desse livro aqui n’O Espanador.

uma-casa-no-fim-do-mundo-michael-cunningham

3 – Uma casa no fim do mundo – Michael Cunningham

Jonathan e Bobby se conhecem na adolescência e desenvolvem uma relação curiosa de obsessão. Ficam anos distantes até se encontrarem em Nova York nos anos 1980 onde conhecem Clare e desenvolvem um triângulo amoroso livre numa época de muito medo. Juntos vão comprar uma casa perto de Woodstock e tentar viver sua própria utopia.

Retrato da geração perdida dos anos 1980 e um livro sobre amizade. Leiam esse livro. E preparem o lenço.

 

 

 

4 – Desfile de Páscoa – Richard Yates 27620249_gg

Richard Yates escreveu poucos livros, mas os três publicados aqui no Brasil recentemente pela Alfaguara são de uma tristeza avassaladora. Você torce para os personagens e nada parece dar certo pra nenhum deles.

Em O Desfile de Páscoa conhecemos as irmãs Emily e Sarah que foram afetadas pela separação traumática dos pais, cada uma a sua própria maneira. Sarah casa-se cedo e tem três filhos enquanto Emily mergulha no trabalho. Yates tem uma prosa impressionante, vocês precisam conhecer.

Eu já falei desse livro aqui n’O Espanador.

 

Um comentário em “4 livros para morrer de tristeza

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *