Como encontrar o trabalho da sua vida

Estamos numa época estranha: as pessoas parecem não saber bem como viver suas próprias vidas e procuram “guias” que possam mostrar o caminho para uma “existência plena”. De olho nessa “necessidade”, o filósofo Alain de Botton criou o School of Life, uma espécie de universidade da vida, que, além das aulas e seminários, escreve junto com outros escritores uma série de livros sobre os grandes dramas da modernidade (trabalho, sexo, etc, etc).
Eu me incluo nesse mar de gente que não sabe viver a própria vida e anda insatisfeita com o trabalho e fui numa dessas aulas, justamente a que fala sobre o trabalho: Como encontrar o trabalho da sua vida. Além de ir à aula, li o livro homônimo e devo dizer, sem ironia, que tanto o livro quanto a aula, foram bastante interessantes.
Ambos começam definindo o que é o trabalho na modernidade, e aí temos o primeiro insight: antes do trabalho era destino, trabalhávamos porque “tínhamos” que trabalhar, ninguém se questionava se aquele era o trabalho da sua vida e tinha algum significado, se “completava” o trabalhador. Você trabalhava e pronto. Hoje queremos um trabalho com significado, um trabalho que supra as necessidades financeiras e emocionais. Um trabalho que nos dê felicidade.

Vivemos sob o manto do discurso histórico de Steve Jobs, que dizia algo como “se você faz o que te faz feliz, você vai ser rico e bem sucedido”. Mas na vida real temos empregos que odiamos (ou se não odiamos, desprezamos) temos a percepção de que ganhamos pouco (bom, talvez isso seja a realidade, não a percepção, mas…), e dia após dia vivemos frustrados.
Talvez a grande “sacada” (para mim) seja uma ideia que o autor desenvolve no meio do livro: o trabalho pode ser um meio para um fim. Alguma coisa como: “você pode odiar seu trabalho, mas ele e o meio para que você alcance e realize as coisas que te fazem feliz, que têm significado”. Em outras palavras, procurar felicidade no trabalho pode ser um equívoco.
Mas, se você prefere morrer a passar os próximos meses no seu emprego atual, o autor dá uma série de “dicas” para que você possa mudar de emprego e de quebra, encontrar a ocupação que “te faça feliz”. O mais curioso é que TODAS as opções que ele dá são realizáveis!
Eu não gosto de auto-ajuda. Na maioria das vezes é só um charlatão dizendo que basta um pouco de boa vontade e seguir à risca o que o livro diz que você alcançará tudo o que quiser na vida. Mas os livros dessa série não são assim. 

Como encontrar o trabalho da sua vida não diz com certeza que você deve mudar de emprego se você está infeliz nem diz que você “com certeza” deve ser feliz no seu emprego. Este é um livro que faz com que você questione a sua forma de ver o trabalho e se você chegar à conclusão de que deve mudar de emprego como tornar possível essa mudança.
Como encontrar o trabalho da sua vida.
Autor: Roman Krznaric
Tradução: Daniel Estill
Editora Objetiva, 2012
176 pp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *