Beijo Adolescente (1ª e 2ª Temporada) – Rafael Coutinho

Entre tantos casos de sucesso no cenário do quadrinho nacional (pensando no universo independente), acredito que exista um lugar especial pra série Beijo Adolescente do Rafael Coutinho.

Pra quem nunca ouviu falar, Beijo Adolescente é uma série iniciada em 2011 publicada na internet através do portal do IG e posteriormente transformado em livro de forma independente pelo selo Cachalote (que também pertence ao Rafael Coutinho). Foram impressos mil exemplares e a tiragem foi toda vendida.

A recepção do público foi boa e surgiu um novo projeto, diferente do que estamos acostumados. A opção de publicar o 2º volume veio através do Catarse, site de financiamento coletivo (já falamos aqui no blog sobre essa nova maneira de fazer quadrinhos). Tanto o 2º como o 3º volume (que está em produção) foram um sucesso e conseguiram atingir o valor necessário (mais do que isso na verdade) para serem publicados (além das recompensas para quem contribuiu no projeto).

Mas o que é o Beijo Adolescente?

É a história de garotos que desenvolvem algum tipo de poder especial ao dar o seu primeiro beijo. A partir daí eles são convidados a participar desse grupo (ou organização) chamada Beijo Adolescente.
Não são todos os adolescentes que desenvolvem os poderes e a história gira em torno de Ariel, um garoto de 12 anos que acabou de descobrir seus “poderes”, mas não sabe muito bem como lidar com eles. Quem o ajuda nessa missão é Tomás, que tem 17 anos e está prestes a perder seus poderes (o que acontece com todo garoto que completa 18 anos, quando acaba a adolescência).

A organização do B.A. (sigla pra Beijo Adolescente a partir daqui) é como se fosse um universo de facilidades (roupas e marcas querem vestir os B.A.) e de certa forma de popularidade. Além disso nesse universo existem gangues de todo o tipo. E enquanto acompanhamos Ariel, ao longo da história estão acontecendo assassinatos de adolescentes de uma forma misteriosa e ninguém parece saber como agir.

É importante saber (como informa a 4ª capa do 1º volume) que essa é a história sobre o começo do fim do B.A.

A ideia deste texto era falar sobre os 2 volumes, mas é impossível escrever sem dar algum tipo de spoiler. E a surpresa a cada página do Beijo Adolescente é desses momentos que sempre esperamos quando pegamos um quadrinho em mãos.

Vale dizer que muitos dos conceitos apresentados na 1ª temporada (muito mais charmoso do que 1º volume) são extrapolados e quase dão um nó na nossa cabeça na 2ª temporada. As ideias malucas do universo de B.A. se expandem muito na segunda parte. Em alguns momentos você precisa voltar e ler para ver se não perdeu nada. Mas nada que apague o brilho que é Beijo Adolescente.

A arte do Coutinho é um capítulo a parte. Você percebe que as ilustrações tem um cuidado maior do
que o normal. Os enquadramentos usados pelo Coutinho também merecem destaque. Dão uma dinâmica para contar a história.

Eu tinha achado que as cores estavam legais na 1ª temporada, mas estava enganado. A 2ª temporada é um deslumbre visual, com uma combinação viva e impressionante de cores, com o Coutinho encontrando soluções criativas para poder contar a história (e o mais interessante dessa combinação de cores é que tem tudo a ver com a história).

O formato de Web série (1 página fechada por vez) ajuda muito no ritmo da história. E um dos recursos mais interessantes usado pelo autor, foi dar o destaque em cor para os adolescentes (no contrastes em preto e branco do resto do universo). Outra coisa simples, mas que eu gostei muito foi encontrar o letreiro do Beijo Adolescente a cada página.

Beijo Adolescente 1 e 2
Texto e ilustrações: Rafael Coutinho
Editora Cachalote

Vídeo do Catarse para a 2ª temporada:

//player.vimeo.com/video/43862861

Vídeo do Catarse para a  3ª temporada (que deve sair este ano):

//player.vimeo.com/video/77727818

Página do Ig onde a série do Beijo Adolescente começou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *