Espananews S03 #6

Temporada de Prêmios

The Man Booker Prize
Foi anunciado nesta terça-feira (dia 9) a shortlist dos indicados ao Prêmio Man Booker Prize. Este é o primeiro ano da premiação com romances de romances escritos por autores da língua inglesa, antes o prêmio era restrito a autores britânicos. Entre os seis finalistas, 3 deles são britânicos.

O grande vencedor será anunciado dia 14 de outubro e ganhará 50 mil libras.

Confira os indicados ao prêmio:

Joshua Ferris (EUA) – To rise again at a decent hour;
Richard Flanagan (Austrália) – The narrow road to the deep north;
Karen Joy Fowler (EUA) – We are all completely beside ourselves;
Howard Jacobson (Grã Bretanha) – J;
Neel Mukherjee (Grã Bretanha) – The lives of others;
Ali Smith (Grã Bretanha) – How to be Both.

Prêmio São Paulo de Literatura
O Prêmio São Paulo de Literatura anunciou os 20 livros e autores finalistas, nas suas três categorias: são dez autores concorrendo ao Melhor Livro de Romance do Ano, com o prêmio de R$200 mil; na categoria de Melhor Livro de Romance do Ano – Autor Estreante, existem duas divisões: Autor Estreante com mais de 40 anos (sete autores nesta categoria) e Autor Estreante com menos de 40 anos (três autores). O valor do prêmio para o autor estreante é de R$ 100 mil em cada categoria.

Com um total de R$ 400 mil em premiações, o Prêmio São Paulo de Literatura é o maior prêmio do país em valor. Os vencedores serão anunciados no dia 10 de novembro em uma cerimônia no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo.

Confira os indicados (os que já tiverem resenha no blog, terão os links):

Melhor livro de romance do ano 2013

Adriana Lisboa – Hanói, Alfaguara (Objetiva) – resenha aqui;

Alberto Martins – Lívia e o cemitério africano (Editora 34);

Ana Luisa Escorel – Anel de vidro (Ouro sobre azul);

Bernardo Carvalho – Reprodução (Cia. das Letras);

Carlos de Brito e Mello – A cidade, o inquisidor e os ordinários (Cia. das Letras);

Joca Reiners Terron – A tristeza extraordinária do leopardo-das-neves (Cia. das Letras);

Marco Lucchesi – O bibliotecário do imperador (Globo Livros);

Michel Laub – A maçã envenenada (Cia. das Letras) – resenha aqui;

Rodrigo Lacerda – Carlos Lacerda – A República das abelhas (Cia. das Letras);

Sérgio Rodrigues – O Drible (Cia. das Letras) – resenha aqui.

Melhor romance do ano  – autor estreante com mais de 40 anos

Amilcar Bettega – Barreira (Cia. das Letras) – resenha aqui;

Cadão Volpato – Pessoas que passam pelos sonhos (Cosac Naify) – resenha aqui;

Marcelino Freire – Nossos ossos (Record);

Flavio Cafiero – O frio aqui fora (Cosac Naify);

João Anzanello Carrascoza – Aos 7 e aos 40 (Cosac Naify) – resenha aqui;

Rogerio Pereira – Na Escuridão, amanhã (Cosac Naify);

Verônica Stigger – Opisanie Swiata (Cosac Naify).

Melhor romance do ano- autor estreante até 40 anos

Ieda Magri – Olhos de bicho (Rocco);

Laura Erber – Esquilos de Pavlov (Alfaguara – Objetiva) – resenha aqui;

Marcos Peres – O evangelho segundo Hittler (Record).

Bate-Papo com Finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura
Uma das coisas mais bacanas do Prêmio São Paulo de Literatura é que a cada edição ela promove bate-papos entre autores indicados na Biblioteca de SP (se você é de SP e ainda não conhece, recomendamos muito, o espaço é incrível). Os encontros vão acontecer a partir das 11 horas, com mediação da jornalista Adriana Couto.

Ao todo a Biblioteca vai receber oito finalistas. O primeiro bate-papo vai ser no sábado, dia 13, com Adriana Lisboa (Hanói), Flavio Cafiero (O frio aqui fora), Michel Laub (A maçã envenenada) e Sérgio Rodrigues (O drible). E no dia 27, a biblioteca receberá Ana Luísa Escorel (Anel de vidro), Marcos Peres (O evangelho segundo Hitler), Rodrigo Lacerda (Carlos Lacerda – A República das abelhas) e Veronica Stigger (Opisanie Swiata).

Marcelino Freire e Bernardo Kucinski Vencedores da Biblioteca Nacional
A Fundação Biblioteca Nacional divulgou os vencedores do seu prêmio Literário anual e os grandes vencedores foram, na categoria romance Marcelino Freire com o livro Nossos Ossos (Editora Record) e Bernardo Kucinski na categoria Conto com o livro de Você vai voltar Pra mim (Cosac Naify). Foram premiados outros sete vencedores em outras categorias que você pode conferir aqui.
O vencedor em cada categoria vai receber R$ 30 mil.

Quadrinhos
Foram anunciados os vencedores da 26º Edição do troféu HQMix, o prêmio mais tradicional do quadrinho nacional.

Todo ano uma nova estatueta é feita especialmente para o prêmio e a desse ano foi esculpida pelo artista plástico Olintho Tahara, que reproduziu o personagem Níquel Náusea de Fernando Gonsales.

Segundo o site da premiação: “Nesse ano o destaque é a constatação de que efetivamente houve a conquista de um público considerável entre jovens e adultos pela boa qualidade das graphic novels lançadas em 2013. Mais de mil lançamentos concorreram ao troféu”.

A festa da premiação acontecerá no dia 13 de setembro (sábado), às 17 horas no auditório do Sesc Pompéia.

Confira os premiados de cada categoria:
Adaptação para os quadrinhos – Dom Casmurro (Devir);
Desenhista de Humor Gráfico – Alpino;
Desenhista Estrangeiro – Enki Bilal;
Desenhista Nacional – Shiko;
Destaque Internacional – André Diniz;
Destaque Latino-Americano – El Viejo (Alceo e Matías Bergara – Uruguai);
Destaque Língua Portuguesa – Banda Desenhada da Língua Portuguesa – BDLP – (diversos – Angola/Portugal);
Edição Especial Estrangeira – Pobre Marinheiro (Balão Editorial);
Edição Especial Nacional – Turma da Mônica – Laços (MSP/Panini) – resenha aqui;
Editora do Ano – Nemo;
Evento – FIQ BH – Festival Internacional de Quadrinhos BH;
Exposição – Ícones dos Quadrinhos (FIQ BH – Ivan Freitas da Costa) – resenha aqui;
Grande Contribuição – Catarse HQ;
Grande Mestre – Angelí;
Homenagem Especial – Memória Gráfica Brasileira – MGB;
Livro Teórico – Marvel Comics – A história secreta (LEYA);
Novo Talento – Desenhista – Lu Cafaggi;
Novo Talento – Roteirista – Pedro Cobiaco;
Produção para Outras Linguagens – Cena HQ (Caixa Cultural);
Projeto Editorial – Coleção Moebius (Nemo);
Publicação de Aventura/Terror/Ficção – Piteco – Ingá (MSP/Panini);
Publicação de Clássico – FRADIM (Henfil – Educação de sustentabilidade);
Publicação de Humor Gráfico – Os Grandes Artistas da MAD – Aragonés (Panini);
Publicação de tira – Valente Por Opção (Panini);
Publicação Independente de Autor – Beijo Adolescente 2 (Rafael Coutinho);
Publicação Independente de Grupo – Café Espacial nº12;
Publicação Independente Edição Única – O Monstro (Fabio Coala);
Publicação Infanto-Juvenil – Turma da Mônica – Laços (MSP/Panini);
Publicação MIX – Friquinique! (Independente);
Roteirista Estrangeiro – Robert Kirkman;
Roteirista Nacional – Vitor e Lu Cafaggi;
Salão e Festival – 1º Bienal Internacional de Caricatura (Luciano Magno);
Tese de Doutorado – Carlos Manoel de Hollanda Cavalcanti (Universidade Federal – RJ);
Tese de Mestrado – Tiago Canário (PUC – PR);
Tira Nacional – Manual do Minotauro (Laerte);
Trabalho de conclusão de Curso (TCC) – Luiz Henrique Bezerra (PUC -PR);
Web Quadrinhos – Terapia;
Web Tiras – Overdose Homeopática;

Gibicon 2014
No último fim de semana aconteceu um dos eventos mais bacanas de quadrinhos que é a Gibicon, que acontece em Curitiba. Pra quem não viu nada, o pessoal da Itiban fez um diário bem bacana.

Novidades na Graphic MSP
Durante a Gibicon, o editor Sidney Gusman anunciou novidades para o selo Graphic MSP.

No projeto da equipe responsável pela releitura da Turma da Mata, Greg Tocchini deixou o projeto e no seu lugar entrou Roger Cruz, que vai ser responsável pela arte da graphic novel, junto com Artur Fujita e Davi Calil.

E na sua conta do Instagram, Gusman colocou a capa do novo projeto: Louco, por Rogério Coelho (o Universo HQ deu a dica dos trabalhos anteriores de Rogério e clique aqui e se encante com um traço impressionante!).

A capa já deixa uma pontinha de curiosidade para um dos personagens mais bacanas já criados por Maurício de Souza e que chega pra gente em março de 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *