[Drops] Geek Love : O Manual do Amor Nerd – Eric Smith

GeekLove_capa3.indd
“O Nerd dos livros
Forças: Você ama ler – óbvio. No entanto, também possui outras excelentes qualidades. Além de versado, um nerd dos livros geralmente é ótimo de conversa, criativo e tem o dom da palavra. Você pode usar isso num encontro, conversando sobre algo interessante em vez de forçar a mulher aquele terrível bate-papo sem sentido que ela geralmente tem que enfrentar com alguém normal. Descubra um interesse dela e utilize seu conhecimento para conseguir trocar ideias de maneira livre (e, quem sabe, trocar também telefones). Melhor ainda vá até a biblioteca para aprofundar seu conhecimento no assunto que ela curte e a maravilhe com sua inteligência.
Fraquezas: Se é um bibliófilo, seus olhos imediatamente cairão sobre a prateleira de livros dela assim  que entrar em sua casa pela primeira vez. Você sabe que não deve julgar um livro pela capa (até parece) mas não consegue evitar. Você é apenas humano (diferente do protagonista de Crepúsculo sobre o qual está pousando seus olhos julgadores). Em vez de usar o gosto literário (ou a falta dele) de alguém como sinal vermelho, use-o como ponto de partida para fazer perguntas que vão além do básico “sobre você”. Ei, talvez exista algo de bom na série Crepúsculo que você acabou deixando passar. (Spoiler: Não tem)”
Pág 31-32

A vida é uma caixinha de surpresas: de repente você se pega lendo algo que jamais imaginaria ler pelo destino de um busão lotado sem outra opção. Confesso, eu peguei pelo título e design da capa que me fez imaginar que esse era um livro engraçado e no fundo… ele é muito engraçado, apesar de claramente ter seu calcanhar de Aquiles nos momentos em que se leva a sério demais. Então, em determinado momento, eu achei que não estava mais lendo um livro de humor e sim um manual de auto-ajuda romântico que tinha referências nerds, e confesso que utilizei o código Konami para pular algumas partes que estavam com um tom muito sério. Então se você é pertencente a classe Nerd nesse MMO e está precisando de um grimório novo talvez seja interessante. 
Ou não. (Há uma inocência gritante no livro em certos pontos.)

Dito isso, já dou a sentença de que ele não vale a leitura necessariamente, mas entrando de bom coração e caindo na brincadeira é um livro divertido para todo mundo da classe Nerd. (Não venha me xingar nos comentários pelo “classe”… isso é um piada, que se você não entendeu é porque não tem o mesmo xp que eu. Se você entendeu e não riu… parabéns. Achievement unlocked.). Delimito bem especificamente, pois se você não é geek/nerd, não vai entender metade das piadas e referências contidas no livro e como este segue receita de bolo, isso é primordial para se entender toda a proposta.
Se você é, então pode ser que ache a comparação entre chamar ela(e) para sair, e fazer um quest de RPG bem engraçada. E a proposta do livro é exatamente essa: fazer um apanhado passo-a-passo para chegar em um player 2, ou pelo menos tentar… Os níveis, quer dizer, capítulos vão desde de se conhecer, de onde eu tirei o trecho acima, até mesmo o namoro avançado, que é um eufemismo de casamento. O livro até tem boas intenções e faz rir em muitos pontos, entretanto sua carta na manga costuma ser referências bem colocadas para provocar risos, o problema é quando ele tenta se levar a sério demais.
Ele realmente acha que é um manual e tem trechos que são muito estranhos em que ele está falando sobre conhecer pessoas na internet, e faz um passo-a-passo (weird), ou conhecer pessoalmente (melhor) e seguir a pessoa para descobrir o que ela gosta antes de conversar com ela mais profundamente (oh wait..), aí ele faz uma comparação com Solid Snake que você ri, mas o fato é… ele pode estar falando sério e insinuando que stalkers são legais, ou seja, você não sabe exatamente onde acaba a piada e começa a parte séria. E se formos considerar este como um livro sério, então aí acaba mesmo, pois ele é muito inocente com o mundo atual.
Eu nunca li esse tipo de gênero (manuais de relacionamento), mas suponho que um livro que construa um manual em que tudo é muito conservador me parece um pouco fora da realidade, principalmente dentro da cultura nerd. O combo apresentado pelo livro é: 1- Se conheça, 2 – tenha um estilo, 3- chame ela pra sair, 4 – Vá no encontro, 5 – Leve para casa, deixe na porta e beije ela apaixonadamente, 6 – Verifique nos dias seguintes as reações. 7 – Vá para o segundo encontro e good lucky. Parabéns garoto. Você Zerou! 
NÃO!!!!!! O mundo é muito mais dinâmico que isso, imagine esperar o primeiro encontro oficial para começar a conhecer a pessoa. Lógico que eu posso viver em outro mundo mas esse tipo de relação tão certinha dentro dos padrões não acontece. Não é sempre, mas há vários momentos que você se pega pensando “mas isso no ecziste”. Enfim… com relação a achar que existem pessoa que frequentam loja de quadrinho e games como ponto de encontro, eu dou um desconto, pois esse é um livro americano, onde de fato há várias dessas lojas, então a questão cultural  pode também causar um estranhamento.
No mais, como eu disse antes, não vale a leitura, mas eu achei engraçado. Como manual é horrível, o mundo é muito mais complexo do que o apresentado, mas há boas sacadas do RPG, é hilário.

Um comentário em “[Drops] Geek Love : O Manual do Amor Nerd – Eric Smith

  1. Olá, Rafael!

    Confesso que o marketing desse livro me conquistou (sem trocadilhos com o conteúdo) e fiquei imensamente curiosa para lê-lo, mas pelo visto ele nem é tãão essas coisas assim. :/

    Ainda quero tê-lo em mãos para tirar minhas próprias conclusões e tentar entender o propósito do livro. rs

    Até mais.

    Samantha Monteiro
    http://www.wordinmybag.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *