Como uma paixão vira livro

Tem coisas que são oportunistas, outras que são oportunidade.

Moda é assim, entra e sai. Às vezes rapidinho, às vezes demora mais.

E nesse vai e vem de modas e modismos, os cachorros de raça estão lá, no alto da pirâmide. O que me assusta um pouco por 2 principais motivos (entre outros):

– ter bicho dá trabalho, ter um só porque é bonitinho e você será o descolado do cão caro, NÃO, sabe?
– gente que trata bicho como filho. Esses dias levei um susto, estava andando no shopping e vi um carrinho de bebê, quando fui olhar o baby cuti cuti lá dentro, era um cachorro com paninhos bordados a rebolar feliz. Lindinho? Logico que é, mas… carrinho de bebê pra CACHORRO? Também NÃO, sabe? (2x)

Tirando esse meu medo, assumo meu vicio. Sou loucamente viciada por uma pug deliciosa de 3 anos e meio que habita esse apartamento. Com vocês, Matilda:

Ela é DIVA. E manda na casa.
Mas ainda sim, continua sendo um cachorro. Nada de carrinhos de bebê, creche, sapatos ou roupa de marca (?).

E Gemma Correll compartilha desse meu amor por pugs (que mais gente aqui no blog compartilha, né Kalebe e Ju? Manu está ai nos vídeos para comprovar rs). E ela foi esperta. Passou a postar desenhos de sua relação com seu cãozinho e a rotina dele. Em um período em que pets estão em alta e essas raças engraçadinhas ganham destaque, misturado a isso o humor que também vem se mostrando a maior válvula de escape e deboche das novas gerações, ela ganhou espaço e visibilidade.

Estar no lugar certo e no momento certo é um divisor de águas na vida de alguém. A ilustradora que mora em Berlim, por desenhar graciosamente seus gatos, cães e especialmente seu pug, Mr. Norman Pickles, conseguiu virar autora, e hoje possui várias publicações em seu nome, fora toda sorte de souvenir:


A Pug’s Guide to Dating :: (Dog + Bone, 2013)
A Dog’s Life :: (TeNeues, 2013)
A Pug’s Guide to Etiquette :: (Dog + Bone, 2013)
A Cat’s Life :: (TeNeues, 2012)
What I Wore Today :: (octopus/spruce, 2012)


Os livros são bons? Bem, depende do seu grau de exigência. Para o que se propõem é bem válido. Não é literatura, é humor, entretenimento simples. Não vai mudar sua vida, mas vai te divertir ver os desenhos, se identificar com as cenas, as situações. E cabe dizer: são livros para pessoas específicas. Se você não tem ou não gosta de cachorro-gato-pug, não vai ver graça em nada, porque os livros foram feitos para os donos se identificarem com aquilo. Aquele tipo de piadinha que você vai rir porque irá lembrar do seu cãozinho fazendo aquilo, e a relação de afeto que você estabelece com a situação/animal que fará você curtir o livro.

Os livros, embora estejam naquela categoria livros-de-fotos-fofas-para-presente, eles são um pouco melhores que a média. O humor dela é simples, mas engraçadinho e bem contextualizado. 

Independente de você gostar ou não do universo pet SUPER in hoje em dia, Gemma é talentosa sim. Ela inclusive ganhou o ADC Young Guns, que é uma organização que premia jovens inovadores em várias áreas do design/mídia. É bacana, confira aqui.
Faça o mundo conhecer seus gostos e talentos! Pode ser que você também tenha a sorte de estar no lugar certo no momento certo. Gemma e Mr Pickles que o digam!

😉

bjs meus e lambidas da pop star Matilda

2 comentários em “Como uma paixão vira livro

  1. Que legal, nunca tinha ouvido falar na Gemma e em seus desenhos. Não tenho nenhum bichinho, mas adoro. Os pugs são graciosos, aquele arfar que eles fazem sempre hehehe. Mas confesso que meus preferidos são os whippets, um dia ainda terei um. Adorei o post e adorei conhecer os desenhos.

    Um beijo, Livro Lab

  2. Aline, tudo bem?
    Amo amo bichinhos tb! A Manu é do Kalebe, mas eu tb considero minha 🙂
    Tenho uma cachorrinha que é uma mistura de whippet (ou greyhound) com alguma coisa. Ela é uma espoleta 🙂
    Infelizmente os livros da Gemma ainda não saíram aqui, mas, se não me engano, o site dela tem bastante coisa bacana!
    bjsss

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *