[TIROLEITE] Ursinho metalúrgico, esquilos neuróticos + Sorteio

Por: Bruno Leite

Olás! Primeiramente, apertem o play porquê o [TIROLEITE] de hoje é viajandão.

Ano passado, estava eu sentado num karaokê fuleiro no meio da Teodoro Sampaio, sozinho, matando o tempo enquanto o metrô não retornava às suas atividades. Cantaram Fagner, Rolling Stones, Fábio Júnior e eu estava lá, acompanhando com palmas e ~nanana~ quando a música demonstrava essa necessidade.  Mas o que eu mais gostei nesse dia, ou noite – como preferirem – , foi o fato de ter começado e terminado a Granta dos melhores jovens autores brasileiro, mas principalmente de ter descoberto nomes e vozes completamente diferentes das quais eu nem nunca imaginaria encontrar usando apenas a minha intuição literária. Uma dessas descobertas generosas foi uma moça peculiar e de prosa polivalente chamada Laura Erber.
Desde então, esperava ansiosamente pelo lançamento de seu romance até que no mês passado, ele foi lançado ao que eu fui correndo para a livraria mais próxima para tê-lo em mãos; o livro em questão é Os esquilos de Pavlov. Aplausos plateia, por favor.
Tentar defini-lo é, com certeza, diminuí-lo, pois há muita, mas muita coisa mesmo, para além de um simples texto de orelha. Mas vamos ver o que eu consigo fazer em matéria de sinopse.

Este livrinho singelo conta a história do belo infame Ciprian Momolescu, um rapaz romeno que andarilha pelas artes plásticas e pela vida. Ele, numa atitude muito generosa, vai recriando ao longo do texto a atmosfera inquietante, claustrofóbica e monocromática de uma república que nem sabia o quão soviética era no final dos anos 80. Essa atmosfera densa é formada por retratos vigorosos de sua peculiar família que, ao que pude constatar, geraria nele essa capacidade brilhante em criar frases. Sim, caro leitor, esse narrador que se põe de maneira quase zoológica é um artimanhador de frases muito bem sucedido. E antes que vocês comecem a confabular que há certo ~realismo fantástico~ no livro, aviso: parem com isso e deixem-se levar na lábia desse folgazão. Depois de nos emergir nesse “super oito romeno”, ele nos tira para dançar por uma viagem de estudos que ele fez pela Europa e que…
A história em si, como disse não nos traz aquela comichão por conta da genialidade da bela Laura, mas de como ela construiu o livro si. Para além do balé sintático, no meio do livro temos imagens, sim, imagens e é claro que eu vou aproveitar o ensejo e dar uma de Marcelo Resende: IBAAAAAAGENS NA TELA COMANDANTE HAMILTON!

Ah, essas imagens. Quando eu folheei o livro na primeira vez, encarei-o como encaro geralmente os livros infantis: li primeiro o texto, depois as imagens, depois todo mundo junto, por que sou menino e meu cérebro só consegue desempenhar uma função de cada vez. Pois bem; essa segunda leitura foi uma viagem sem fim. Fiquei maravilhado com as inúmeras possibilidades que elas sugeririam individual e coletivamente. Era uma instalação? Uma coleção de referências?  Por isso, para tirar a teima, fui ler todo mundo junto e o resultado foi: um livro completamente inusitado.
E tem o Li Po, o gato do Ciprian. Li Po é o personagem mais incrível do livro, apenas.
Aqui vou repetir o que tive a oportunidade de dizer à Laura pessoalmente: nunca li nada parecido. É um livro extremamente original, inteligente, brincalhão e em até determinado ponto engraçado. Essa resenha foi especialmente trabalhosa, pois foi escrita e reescrita inúmeras vezes; toda vez que eu achava que tinha chegado à uma conclusão voltava e me debruçava sobre algum ponto de vista que, claro, era inútil. O melhor do livro é encarar Ciprian como um adorável estranho e aqui eu uso todos os sentidos possíveis da palavra para defini-lo. Mas vale a pena; é uma história de adornos, contornos, espaços vazios, intervenções, revoluções, tudo preenchido pela ovelha negra das línguas latinas. Agora tome, pois esse puzzle também é de vocês.

Esquilos de Pavlov
Autora: Laura Erber
Editora Alfaguara
176 pgs 

Bruno Leite: Um taurino neurótico. Um beatlemaníaco que samba. Porque literatura é luz, raio, estrela e luar.

+ Sorteio
Ficou curioso com o livro? O Bruno nos ofereceu um exemplar (autografado pela autora) para sortearmos!!! Afinal, 3 anos de blog, 3 livros lindões pra vocês. Para participar é facinho… Só precisa nos dar o seu e-mail válido (que será como contactaremos o vencedor). Se você quiser nos seguir no Twitter e/ou no Facebook ganha outra chance de concorrer.
O sorteio acontece dia 28 de setembro.
Boa sorte a todos!
 a Rafflecopter giveaway

Regras: 
Para participar, é obrigatório ter um endereço de entrega no Brasil;
O sorteio é feito pelo Rafflecopter; 
Caso o sorteado não responda o e-mail em três dias, será realizado um novo sorteio; 
O participante que não seguir as regras e for escolhido será desclassificado e terá a participação desconsiderada sem aviso prévio.  

8 comentários em “[TIROLEITE] Ursinho metalúrgico, esquilos neuróticos + Sorteio

  1. Pô, Bruno, que livro maneiro!
    Gostei da resenha e… Eu não sei o que escrever, a única certeza que tenho é que “Esquilos de Pavlov” deve ser um livro diferente de tudo o que já li e isso é legal, e tem “ibagens” xD

    :*

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *