Espananews S02 #7

O Espananews está de volta! Sentimos falta dele e cada vez que víamos alguma notícia bacana, o coração ficava apertado por não poder compartilhar aqui n’O Espanador.

Pensamos num fórmula diferente, mas com uma presença mais constante.

Pra celebrar esse ‘retorno’, um especial de quadrinhos!

Chico Bento no Graphic MSP
A notícia mais bacana da semana saiu na quarta-feira, quando Sidney Gusman (Responsável pelos projetos da Graphic MSP @sidneygusman) lançou no seu twitter a capa e o preview do novo trabalho de Gustavo Duarte (que já falamos aqui dos livros Birds, Taxi e Monstros!) reinventando os personagens clássicos da Turma da Mônica através do selo Graphic MSP. Ficou a cargo de Duarte o Chico Bento.  Pavor espaciar tem previsão de lançamento para o final de agosto.

Já foram lançados 2 Hqs até agora: O primeiro foi Magnetar, uma história do Astronauta, com ilustrações de Danilo Beyruth e no mês passado foi lançado o delicado Laços, de Vitor e Lu Cafaggi, que revisita a Turma da Mônica. Ambos os livros foram um sucesso e já tiveram reimpressões mesmo num curto espaço de tempo.

O mais bacana dos álbuns lançados até aqui foi ver personagens que conhecemos tão bem reinventados, de formas criativas e originais. Pensando nisso ficamos animados com uma nova versão de um dos nossos personagens favoritos (a Juliana é apaixonada por ele): Chico Bento.


Aqui estão um pequeno preview do álbum Terror Espaciar feita pelo Gustavo Duarte.

Montagem feita a partir das imagens divulgadas 



Ainda Chico Bento…

E para quem não viu, semana passada foi divulgada a capa #0 (edição menorzinha especial de colecionador) de Chico Bento Moço, o novo projeto da MSP Produções.

Seguindo a ideia de Turma da Mônica Jovem, o novo gibi mostrará o célebre caipira já mais velho. Mas, diferente da turma, que está no começo da adolescência, o quadrinho focará na vida de Chico quando ele volta à Vila Abobrinha depois de cursar a faculdade de agronomia na cidade grande.

O lançamento, com distribuição da Edição #0, acontecerá na Bienal do Livro do Rio de Janeiro e especula-se que também virá encartada na edição deste mês da Turma da Mônica Jovem.

2º semestre com lançamentos incríveis
Para provar que quadrinhos estão com tudo, estão previstos dois lançamentos fantásticos e que mostram que tem muita gente interessada por quadrinhos.

O Primeiro é a biografia de um dos verdadeiros mestres dos quadrinhos (podemos dizer que ele é o maior de todos): Wil Eisner – um sonhador nos quadrinhos. O livro sairá pela editora Globo, no selo Biblioteca Azul.

Escrito por Michael Schumacher (também biografo de Francis Ford Copolla, Eric Clapton, entre outros) e traduzido por Érico Assis, o volume conta a história do quadrinista que durante seus 60 anos de carreira criou o célebre detetive Spirit (e com ele inovou a forma como os quadrinhos diários eram apresentados), além de ter cunhado, em 1978, o termo Graphic Novel para classificar o trabalho mais autoral e longo que estava fazendo, que tem como seu exemplo mais conhecido o livro Avenida Dropsie.

***
Outro lançamento, este programado para setembro, pela editora Leya, é o livro Marve Comics – A história secreta, de Sean Howe. Aliás, o volume foi o vencedor do Prêmio Eisner na categoria “Melhor obra relacionada a quadrinhos”.

O volume contará a história da criação da Marvel Comics e da atuação de Stan Lee, que revolucionou a forma dos gibis de heróis e o relacionamento com os seus leitores, até a aquisição pela Walt Disney Company e suas adaptações cinematográficas, que são sucesso de bilheteria.

O bacana da edição brasileira (também traduzida por Érico Assis) é que ela terá um apêndice com a lista de todas as obras da Marvel que foram lançadas no país.

E já que estamos falando da Marvel, essa semana saiu o trailer de Thor: The Dark World . E não sei vocês, mas parece que o filme promete e muito. 

Eisner Awards
E já que falamos na premiação, foi divulgada na Comic-Con (entre os dias 17 e 21 de julho), a lista de ganhadores de um dos mais importantes prêmios de quadrinhos. Confira a lista de ganhadores (retirado do site Universo HQ):

Melhor História Curta: “Moon 1969 – The True Story of the 1969 Moon Launch”, de Michael Kupperman, em Tales Designed to Thrizzle #8 (Ed Fantagraphics); 

Melhor Edição Única (ou Especial): The Mire, de Becky Cloonan (publicado pela autora);
Melhor Série Contínua: Saga, de Brian K. Vaughan e Fiona Staples (Ed. Image Comics);
Melhor Nova Série: Saga, de Brian K. Vaughan e Fiona Staples (Ed. Image Comics);
Melhor Publicação para Jovens Leitores (até sete anos): Babymouse for President, de Jennifer L. Holm e Matthew Holm (Ed. Random House);
Melhor Publicação para Crianças (entre oito e 12 anos): Adventure Time, de Ryan North, Shelli Paroline e Braden Lamb (Ed. Kabom!);
Melhor Publicação para Jovens Adultos (entre 13 e 17 anos): A Wrinkle in Time, de Madeleine L’Engle, adaptado por Hope Larson (Ed. FSG).
Melhor Publicação de Humor: Darth Vader and Son, de Jeffrey Brown (Ed. Chronicle Books);
Melhor Quadrinho Digital: Bandette, de Paul Tobin e Colleen Coover;
Melhor Antologia: Dark Horse Presents, editado por Mike Richardson (Ed. Dark Horse Comics);
Melhor Trabalho Baseado na Vida Real (empate): Annie Sullivan and the Trials of Helen Keller, de Joseph Lambert (Ed. Center for Cartoon Studies/Disney Hyperion); e The Carter Family – Don’t Forget This Song, de Frank M. Young e David Lasky (Ed. Abrams ComicArts);
Melhor Graphic Novel em Álbum Inédito: Building Stories, de Chris Ware (Ed. Pantheon);
Melhor Graphic Novel em Republicação: King City, de Brandon Graham (Ed. TokyoPop/Image);
Melhor Adaptação de Outra Mídia: Richard Stark’s Parker – The Score, adaptado por Darwyn Cooke (Ed. IDW);
Melhor Coleção ou Projeto de Arquivo de Tiras: Pogo – Volume 2 – Bona Fide Balderdash, de Walt Kelly, editado por Carolyn Kelly e Kim Thompson (Ed. Fantagraphics);
Melhor Coleção ou Projeto de Arquivo de HQs: David Mazzucchelli’s Daredevil Born Again – Artist’s Edition, editado por Scott Dunbier (Ed.IDW);
Melhor Edição Norte-Americana de Material Internacional: Blacksad – Silent Hell, de Juan Diaz Canales e Juanjo Guarnido (Ed. Dark Horse Comics);
Melhor Edição Norte-Americana de Material Internacional – Ásia: Naoki Urasawa’s 20th Century Boys, de Naoki Urasawa (Ed. VIZ Media);
Melhor Roteirista: Brian K. Vaughan, por Saga (Ed. Image Comics);
Melhor Roteirista/Artista: Chris Ware, por Building Stories (Ed. Pantheon);
Melhor Desenhista/Arte-Finalista ou Time de Desenhista e Arte-finalista (empate): David Aja, por Hawkeye (Ed. Marvel Comics); Chris Samnee, por Daredevil (Ed. Marvel Comics) e Rocketeer – Cargo of Doom (Ed. IDW);
Melhor Pintor/Artista Multimídia (arte sequencial): Juanjo Guarnido, por Blacksad (Ed. Dark Horse Comics);
Melhor Capista: David Aja, por Hawkeye (Ed. Marvel Comics);
Melhor Colorista: Dave Stewart, por Batwoman (Ed. DC Comics), Fatale (Ed. Image Comics), BPRDConan the Barbarian, Hellboy in Hell, Lobster Johnson e The Massive (Ed. Dark Horse Comics);
Melhor Letrista: Chris Ware, por Building Stories (Ed. Pantheon);
Melhor Veículo Relacionado a Quadrinhos/Jornalismo: The Comics Reporter, editado por Tom Spurgeon;
Melhor Obra Relacionada a Quadrinhos: Marvel Comics – The Untold Story, de Sean Howe (Ed. HarperCollins);
Melhor Trabalho Acadêmico/Educacional: Lynda Barry – Girlhood Through the Looking Glass, de Susan E. Kirtley (University Press of Mississippi);
Melhor Design de Publicação: Building Stories, de Chris Ware (Ed. Pantheon);
Hall da Fama: Lee Falk, Al Jaffee, Mort Meskin, Trina Robbins, Spain Rodriguez e Joe Sinnott;
Prêmio Russ Manning de Novato Promissor: Russel Roehling;
Prêmio Humanitário Bob Clampett: Chris Sparks e Team Cul de Sac;
Prêmio Bill Finger de Excelência nos Roteiros de Quadrinhos: Steve Gerber e Don Rosa; e
Prêmio Will Eisner – O Espíritos dos Quadrinhos para lojistas: Challengers Comics + Conversation, Chicago.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *