Flip, uma epopéia

Crum, a mesa mais cobiçada
Hoje estou a caminho de Paraty, finalmente para a minha primeira Flip.
Por muitos anos só acompanhava a programação de longe e sonhava “quando não for mais estagiária, um dia eu chego lá”. E só esse ano eu finalmente consegui que tudo (ou quase tudo) conspirasse a favor da viagem. Foram alguns meses de planejamento, reserva de pousada (antecedida por uma longa procura pelo preço mais amigável), até que foi divulgada a programação..
Escolhidas as mesas que queria ver, ainda teve a espera (sem fim) pela venda dos ingressos, que começaria às 10h de uma segunda-feira. Estava tudo programado: o namorado, que trabalha do lado de um dos pontos de venda da produtora (ruim) que organizou a venda, estaria pontualmente às 10h na porta da loja para ser o primeiro da fila. Eu, por via das dúvidas, estaria com meu cartão de crétido ba mão e já logada no site, para o caso do namorado não conseguir (não queríamos pagar a absurda taxa de conveniência, mas se fosse o caso, teríamos que desembolsar um bom dinheiro.
Às 9:55 já estava logada no site, via na página principal o logo da Flip com o aviso “vendas em breve!”. Às 10h, esse logo sumiu misteriosamente! Busquei por “Flip” e todas suas variáveis, mas não encontrava nada.
Isso começava a não cheirar bem.
10:05: O namorado liva avisando que a loja ainda não abriu e que a vendedora estava atrasada. Desespero! “A mesa do Crumb vai acabar!”, grito em meio de um xilique, que o namorado ouviu pacientemente. “Não consigo achar a porra do link pros ingressos nesse site horrível!”
5 minutos depois, o namorado desiste de esperar a gracinha da vendedora, que ainda não tinha dado as caras. E eu desesperada ainda perdida naquele site tenebroso.
Finalmente, lá pelas 10:20, depois de praguejar todas as gerações de todas as pessoas envolvidas na organização daquela bagaça, finalmente o link para a compra dos ingressos apareceu! Alivio!
Mas alegria de pobre dura pouco! O site, por motivos obscuros, só aceitava a compra de 3 mesas diferentes. Depois disso, tinha de fechar o pedido e começar tudo de novo. Como queria ver 8 mesas, tive de fazer esse processo 3 vezes. O que resultou em 3 lindas taxas de entrega (além da taxa de conveniência).
Pedido feito! Alegria! O site dizia que em breve receberia instruções de como receber os ingressos em casa. Uma semana depois, nada de e-mail. Depois de ligar reclamando, finalmente recebi os desejados ingressos.
Tenho 8 mesas bem bacanas para ver, uma oficina literária para participar e muitos livros que pretendo receber autógrafos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *