Nossas apostas para a Flip

tenda dos autores que receberá autores consagrados e boas surpresas
Os autores consagrados (Isabel Allende, Robert Crumb e Salmon Rushdie) já tem espaço garantido em todas as discussões, jornais, debates e mesas de bar. Agora existe um outro lado da Flip, menos badalado, que pode agradar e fazer ótimas mesas. Escolhemos duas delas, que estamos anciosos para ver.
Bons exemplos estão na mesa 3 – Fábulas Contemporâneas (quinta-feira – 15h) – com os brasileiros Reinaldo Morais , Ronaldo de Correa e Brito e Beatriz Bracher. Eles podem surpreender porque talvez sejam os maiores representantes da literatura brasileira na atualidade.
Apesar de todos tratarem de temas contemporâneos, os estilos são distintos:
Ronaldo de CorreIa e Britto , trata de um universo mais “regional”, com histórias antigas e fábulas religiosas. Vem pra Flip para lançar seu novo livro Retratos Imorais, depois do sucesso Galiléia, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura do ano passado.
Reinaldo Moraes trata do submundo paulistano sem pudores e de uma forma clara e divertida.
Beatriz Bracher , fala das relações humanas e seus conflitos com uma escrita dura e implácavel.
Na sexta-feira não há duvida que o grande nome do dia seja Salman Rushdie, mas devemos prestar atenção na Mesa 9 – Promessas de um velho mundo, com o israelense A.B. Yehoshua e a iraniana Azar Nafisi.

Talvez a grande atração dessa mesa seja a visão do mesmo ideal (a paz), porém de lados opostos. Ainda que nenhum dos dois autores tenha relação política com o conflito (tirando o óbvio, devido ao lugar onde moram), o interesse deles é retratar o impacto que essa situação causa nas pessoas comuns.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *